segunda-feira, 19 de outubro de 2015

DICAS ENEM 2015

video

QUESTÕES ESTILO ENEM

01. O gráfico abaixo representa o consumo de oxigênio de uma pessoa que se exercita, em condições aeróbicas, numa bicicleta ergométrica. Considere que o organismo libera, em média, 4,8 kcal para cada litro de oxigênio absorvido.
                                           
A energia liberada no período entre 5 e 15 minutos, em kcal, é:
A) 48,0       B) 52,4        C) 67,2         D) 93,6        E) 101,2
Pelo gráfico temos que V = área da figura formada no intervalo pedido, então V = 1,4.(15 – 5) = 14 L. Logo, Q = 4,8.V = 4,8.14 = 67,2 kcal.

02. A velocidade angular W de um móvel é inversamente proporcional ao tempo T e pode ser representada pelo gráfico abaixo.
                                 
Quando W é igual a 0,8π rad/s, T, em segundos, corresponde a:
A) 2,1       B) 2,3      C) 2,5      D) 2,7       E) 3,1
W = 2π/T  0,8π = 2π/T  T = 2/0,8 = 2,5 s.

03. Durante a aula de termometria, o professor apresenta aos alunos um termômetro de mercúrio graduado na escala Kelvin que, sob pressão constante, registra as temperaturas de um corpo em função do seu volume V conforme relação TK = m.V + 80. Sabendo que m é uma constante e que à temperatura de 100 K o volume do corpo é 5 cm3, os alunos podem afirmar que, ao volume V = 10 cm3, a temperatura do corpo será, em Kelvin, igual a:
A) 200.       B) 120.       C) 100.       D) 80.       E) 50.
I. TK = m.V + 80  100 = m.5 + 80  m = 4 kg.
II. TK = m.V + 80 = 4.10 + 80 = 120 K.

04. Assinale a alternativa que apresenta a história que melhor se adapta ao gráfico.

A) Assim que saí de casa lembrei que deveria ter enviado um documento para um cliente por e-mail. Resolvi voltar e cumprir essa tarefa. Aproveitei para responder mais algumas mensagens e, quando me dei conta, já havia passado mais de uma hora. Saí apressada e tomei um táxi para o escritório. 
B) Saí de casa e quando vi o ônibus parado no ponto corri para pegá-lo. Infelizmente o motorista não me viu e partiu. Após esperar algum tempo no ponto, resolvi voltar para casa e chamar um táxi. Passado algum tempo, o táxi me pegou na porta de casa e me deixou no escritório. 
C) Eu tinha acabado de sair de casa quando tocou o celular e parei para atendê-lo. Era meu chefe, dizendo que eu estava atrasado para uma reunião. Minha sorte é que nesse momento estava passando um táxi. Acenei para ele e poucos minutos depois eu já estava no escritório. 
D) Tinha acabado de sair de casa quando o pneu furou. Desci do carro, troquei o pneu e finalmente pude ir para o trabalho. 
E) Saí de casa sem destino – estava apenas com vontade de andar. Após ter dado umas dez voltas na quadra, cansei e resolvi entrar novamente em casa. 
O gráfico sugere: movimento progressivo acelerado (corrida para pegar o ônibus); repouso (espera no ponto); movimento uniforme regressivo (volta para casa); novo repouso (espera pelo táxi) e, finalmente, movi­mento progressivo uniforme (movimento do táxi).

05. Você já observou que em quase todos os aparelhos elétricos, como ferro de passar, geladeira, lâmpada, televisão, aparelho de som, existem (em geral na parte de trás) chapinhas ou impressos do fabricante que contêm informações sobre o aparelho? A foto abaixo mostra um exemplo.
 Além de identificações do produto ou da marca, existem também algumas especificações técnicas. Em geral, são números acompanhados de símbolos ou letras como V (volt), Hz (hertz), A (ampère), W (watt) e outros. Tais símbolos representam unidades de medidas de algumas grandezas elétricas, características do aparelho ou da rede elétrica em que devem ser ligados. Geralmente não damos atenção a esses códigos, mas eles podem ser bastante úteis. Veja o exemplo da voltagem (ou tensão) e da potência, que na chapinha da ilustração correspondem a 115 V e 300 W. Sobre as informações citadas assinale a opção incorreta:
A) A potência, que nesse exemplo é de 300 W, é uma característica do aparelho e corresponde à quantidade de energia usada pelo aparelho a cada segundo.
B) A voltagem ou tensão especificada (chamada tensão nominal) é a da rede elétrica (da tomada) em que o aparelho funciona adequadamente: 115 V, neste exemplo.
C) A freqüência corresponde ao número de oscilações por segundo, neste exemplo o máximo é de 60 Hz.
D) A potência é a rapidez com a qual uma certa quantidade de energia é transformada ou é a rapidez com que o trabalho é realizado.
E) A potência está relacionada ao tempo total de uso que o aparelho pode ser utilizado.

06. No mundo do trabalho, a sinalização desempenha um papel importante como forma de informar os trabalhadores dos vários riscos inerentes às suas atividades, conduzindo-os a atitudes preventivas e de proteção, reduzindo o risco de acidentes.
Pode definir-se: Sinalização como sendo o conjunto de estímulos que informam um indivíduo sobre a melhor conduta a tomar perante determinadas circunstâncias relevantes, e: Sinalização de Segurança e de Saúde, aquela que, relacionada com um objeto, uma atividade ou uma situação determinada, fornece uma indicação ou uma prescrição relativa à segurança ou à saúde no trabalho, ou a ambas. De acordo com as placas abaixo, relacione com suas prescrições de perigo.
  
A) 1 – substância radioativa; 2 – substância corrosiva; 3 – campo electromagnético e 4 - electrocussão.
B) 1 – lixo nuclear; 2 – explosão química; 3 – campo electromagnético e 4 – choque elétrico.
C) 1 – lixo hospitalar; 2 – substância corrosiva; 3 – ímãs e 4 – raios.
D) 1 – substância radioativa; 2 – substância corrosiva; 3 – campo eletromagnético e 4 – calor.
E) 1 – lixo hospitalar; 2 – explosão química; 3 – campo eletromagnético e 4 – rede elétrica.

07. Nas figuras abaixo, temos situações cotidianas de nossas vidas com o uso de aparelhos eletrodomésticos que nos dão um bem estar e facilitam o nosso trabalho.
  
Ter uma boa vida e facilitada com o uso desses aparelhos ajudam bastante, porém o brasileiro também deve pensar no gasto financeiro provocado ao adquirir produtos cada vez mais sofisticados de avanços tecnológicos e de atrativos promocionais, para isso devemos escolher produtos que sejam de acordo com a nossa renda familiar. Assinale a alternativa que corresponde como uma técnica para economizar energia em todas as situações mostradas nas figuras acima.
A) pesquisar no mercado aquele aparelho que menos polui o ambiente.
B) escolher produtos com menor potência elétrica.
C) optar por produtos que apresentem dispositivos de tempo limite de uso.
D) analisar o produto pelo menor preço de custo de peças.
E) comprar produtos mais antigos.

08. O valor aproximado pago ao final do mês de abril por uma família com os aparelhos elétricos listados na tabela abaixo, sabendo que a COELCE cobra R$ 0,60 por kWh, será: 

Aparelho
Potência
Tempo por dia (h)
1 lâmpada
100
4
1 lâmpada
60
5
1 lâmpada
40
5
TV 29”
80
8
Computador
115
4














A) R$ 60,00     B) R$ 66,00     C) R$ 30,00     D) R$ 36,00        E) R$ 50,00
E1 = 100.4/1000 = 0,4 kWh.
E2 = 60.5/1000 = 0,3 kWh.
E3 = 40.5/1000 = 0,2 kWh.
E4 = 80.8/1000 = 0,64 kWh.
E5 = 115.4/1000 = 0,46 kWh.
ETOTAL = 0,4 + 0,3 + 0,2 + 0,64 + 0,46 = 2 kWh.
R$ = 30.2.0,6 = 36,00

09. O quadro abaixo é um mini-manual retirado da embalagem de uma lâmpada fluorescente compacta de 11 W à venda em um supermercado.
  
Analisando as informações, podemos concluir que:
A) lâmpadas incandescentes são mais econômicas.
B) a economia em kWh prometida é falsa.
C) a economia percentual é menor que a anunciada.
D) das cinco potências disponíveis na tabela, a de 11 W é a de menor economia percentual de energia.
E) se esta lâmpada funcionar 8 horas por dia, segundo o manual, podemos exigir que ela funcione por, pelo menos, três anos.
Analisando o consumo de energia da lâmpada fluorescente, temos:
E = Pot.t/1000 = 11.5.365.4/1000 =  80,3 kWh.
Já a lâmpada incandescente:
E = Pot.t/1000 = 60.5.365.4/1000 =  438 kWh.
A economia será dada por: (438 – 80,3)/438 = 357,7/438 = 0,816 = 81,6 % que corresponde a 357,7 kWh. 

10. Sabe-se que os seres humanos e os animais transpiram para aumentar o resfriamento através da evaporação, um processo que ocorre lentamente, a qualquer temperatura, em que as moléculas de maior velocidade vão abandonando o líquido. Quando um camelo é privado de água, a sua temperatura matutina pode chegar a 34°C, e, no final da tarde, a aproximadamente 41°C. Para um camelo de massa igual a 500 kg, essa variação de temperatura corresponde a 2900 kcal de calor armazenado. (Schmidt-Nielsen, p. 271-3)

O gráfico registra dados referentes à flutuação diária de temperatura (medida em intervalos de 12 em 12 horas), em um camelo, sob dois regimes de hidratação. Com base nas informações e considerando-se a aceleração da gravidade igual a 10 m/s2, é correto afirmar:
a) Um camelo de massa 500 kg tem peso igual a 5.102 N.
b) Um camelo de massa 500 kg tem capacidade térmica aproximadamente igual a 414 kcal/°C.
c) Um camelo, privado de água, está sujeito a uma variação máxima de temperatura igual a 3,5°F.
d) Um fluxo de calor se estabelece do suor para a pele, durante o resfriamento por evaporação.
e) A temperatura do suor tende a aumentar durante a evaporação.
C = Q/Δθ = 2900/(41 – 34) = 414 Kcal/0C.

11. Ana, após ouvir atentamente uma reportagem sobre “Caminhar para desestressar ” decide seguir essa prática. Assim, caminha 9 km indo do seu trabalho, localizado na região central, até sua residência, localizada na região residencial suburbana.

Nesse percurso, ela passa pela região residencial urbana e pelo parque, gastando um tempo de 2,5 h. Tendo como base o esquema gráfico e considerando que a temperatura interna de Ana permaneça constante durante todo o percurso, pode-se afirmar que:
a) ocorre menos transferência de calor entre Ana e o ambiente na região central.
b) a maior transferência de calor entre Ana e o ambiente ocorre na região residencial urbana.
c) durante o percurso, a menor troca de calor entre Ana e o ambiente ocorre na região do parque.       
d) na região rural é onde há a possibilidade de uma maior troca de calor entre Ana e o ambiente.
e) a diferença de temperatura entre as regiões não interfere na transferência de calor entre Ana e o ambiente.
A troca de calor entre Ana e o ambiente é motivada pela diferença de temperatura entre ambos, sendo-lhe pro­porcional [alternativa E: incorreta]. Nota-se, pelo gráfico, que à medida que caminha da região central para a resi­dencial urbana, depois para o parque, a diferença de temperatura aumenta, visto que a temperatura ambiente afasta-se cada vez mais dos 36oC (que pode ser consi­derada a temperatura do corpo de Ana). A partir daí até chegar à residencial urbana – onde mora –, a diferença de temperatura diminui um pouco.
Logo, ocorre menos transferência de calor entre Ana e o ambiente na região central [alternativa A: correta]. E no parque é onde ocorre a mais intensa troca de calor [alter­nativas B e C: incorretas].
Obs.: A alternativa D fala na região rural! Mas Ana anda no sentido oposto!

12. O gráfico a seguir representa a temperatura característica de um local em função da hora e do dia.
  
O ponto assinalado no gráfico pela letra X corresponde aproximadamente ao seguinte instante:
a) momentos que precedem o nascer do sol.
b) logo após o meio-dia.
c) logo após o pôr do sol.
d) momentos próximos à meia-noite.
e) entre o pôr do sol e a meia-noite.
Considerando que a temperatura mais alta do dia acon­teça ao meio-dia – a crista da onda – a temperatura mais baixa ocorreria por volta da meia-noite – o vale da onda.

13. Muitos estudos têm demonstrado a necessidade de uma dieta alimentar balanceada para diminuir a incidência de doenças e aumentar a qualidade e o tempo de vida do homem. Durante o intervalo, um estudante consumiu um lanche feito de pão e hambúrguer, 50 g de batata frita, 1 caixinha de água de coco e 50 g de sorvete. Considere a tabela a seguir.
  
O valor energético total, obtido pela ingestão do lanche é, aproximadamente, em kcal, de
a) 426.                   b) 442.                    c) 600.                d) 638.                   e) 867.
Pão + hambúrguer  ---  82,5 + 292,5  ---  375,0 kcal
Batata  ---  50.6=300  ---------------------  300,0 kcal
Água de côco  ------------------------------    42,0 kcal
Sorvete  ---  50.3=150  --------------------   150,0 kcal
Soma  ---  867,0  kcal.

14. O gráfico a seguir assinala a média das temperaturas mínimas e máximas nas capitais de alguns países europeus, medidas em graus Celsius.

Considere a necessidade de aquecer 500 g de água de 00C até a temperatura média máxima de cada uma das capitais. Determine em quantas dessas capitais são necessárias mais de 12 kcal para esse aquecimento.
a) 11      b) 9        c) 7        d) 5       e) 2
ΔQ = m.c.Δt   12000 = 500.1.(TMÁX − 0)  TMÁX = 24 0C.
Para a quantidade de calor ser maior que 12 kcal, TMÁX >24 0C. Portanto, são 5 as capitais nas quais é necessário fornecer mais de 12 kcal para aquecer 500 g de água.

15. Antes de comprar um alimento, você lê o rótulo nutricional?
No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) é o órgão responsável pela regulação da Rotulagem de Alimentos Industrializados. O rótulo dos produtos comercializados no país deve apresentar informações gerais, como as que aparecem na figura:

Além das informações gerais, todo alimento produzido, comercializado e embalado na ausência do cliente e pronto para ser oferecido ao consumidor deve conter, obrigatoriamente, a rotulagem nutricional, que é a descrição destinada a informar sobre as propriedades nutricionais de um alimento. A informação nutricional pode ser fornecida na forma de tabela ou por extenso e indica as quantidades de alguns nutrientes presentes em uma porção do alimento. Compreendendo as informações nutricionais nos rótulos de alimentos, a caloria está associado:
a) a quantidade de gordura que a pessoa irá adquirir ao consumir o alimento.
b) a quantidade de alimento que uma pessoa saudável pode consumir.
c) a quantidade de nutriente recomendável que uma pessoa saudável pode consumir.
d) a quantidade energética do alimento que uma pessoa irá adquirir ao consumir o alimento.
e) a quantidade máxima de massa que uma pessoa saudável pode consumir.
A caloria é energia.

16. A figura 1 representa quatro barras metálicas maciças de mesmo volume. Essas barras foram fundidas e, parcelas iguais de suas massas, usadas na construção de novas barras maciças A, B, C, D, mais finas e de diâmetros idênticos, mostradas na figura 2.
                                
 Os metais 1, 2, 3 e 4 foram usados, respectivamente, na fabricação das barras
a) C, A, B, D.      b) C, B, A, D.      c) B, D, C, A.      d) A, D, B, C.
Na figura 1: Sendo o mesmo volume, o corpo de maior massa terá maior densidade (d4 > d1 > d3 >d2).
Na figura 2: (d = m/V) como a massa é a mesma para cada bloco, aquele que tiver maior densidade terá menor volume  (V4 < V1 3
< V2), assim: 4(A); 1(B); 3(C) e 2(D). 

17. A figura 1 abaixo representa uma certa quantidade de água em equilíbrio, hermeticamente
vedada num cilindro com um pistão. Pendura-se uma massa m = π x 10-5 kg no pistão de modo que este começa a descer, enquanto uma bolha de forma esférica é formada no interior da água. Este fenômeno é conhecido como cavitação. O pistão desce uma distância h = (4/3) x 10-3 m e a bolha atinge um raio R = 10-3 m, conforme ilustrado na Figura 2, estabelecendo-se nova condição de equilíbrio. Despreze a massa do pistão e considere a água incompressível. Use π = 3,14 e g = 10 m/s2.

A energia necessária para formar a bolha é dada pela expressão: ΔE = 4πR2α + (4π/3)R3P, em que α = 0,1 J/m2 é a chamada tensão superficial da água e P é a pressão exercida pela água sobre a bolha. Supondo que toda a variação da energia potencial de m seja usada na formação da bolha, calcule P em módulo.
a) 200 N/m2          b) 100 N/m2          c) 300 N/m2          d) 400 N/m2          e) 250 N/m2 
I. ΔE = m.g.h = π.10-5.10.(4/3).10-3 = (4π/3).10-7 J.
II. Substituindo os dados na equação ΔE = 4πR2α + (4π/3)R3P, temos:
(4π/3).10-7= 4.π.(10- 3)2.0,1 + (4.π/3).(10- 3)3P (dividindo tudo por 4π) temos:
(1/3).10-7= 1.(10- 3)2.0,1 + (1/3).(10- 3)3P (multiplicando tudo por 3) temos:
1.10-7= 3.(10- 6).0,1 + 1.(10- 9). P (dividindo tudo por 10-7) temos:
1 = 3 + 10-2.P  P = -2/10-2 = - 200 N/m2, logo  = 200 N/m2.

18. (UFU-MG) Um garoto toma refrigerante utilizando um canudinho. Podemos afirmar, corretamente, que ao puxar o ar pela boca o menino:

a) reduz a pressão dentro do canudinho.
b) aumenta a pressão dentro do canudinho.
c) aumenta a pressão fora do canudinho.
d) reduz a pressão fora do canudinho.
e) reduz a aceleração da gravidade dentro do canudinho.
As alternativas (c) e (d) são incorretas, pois fora do canudinho a pressão é a atmosférica e seu valor é constante para o local de experiência.
(e) é incorreta, visto que g só depende da altitude do local e da latitude. Como o refrigerante sobe pelo canudinho, hr < 0, em relação à superfície livre do líquido. Mas p = patm + dr.g. hr, e como patm, dr e g se mantêm constantes, então p  patm, o que significa que o menino reduz a pressão no interior do canudinho